Árvore Seca

4 03 2011

ÁRVORE SECA

Vejo só a silhueta do sonho,
despedida no outono…
Para o milagre da semente,
arado na ilusão,
plantei raízes de polpudos frutos
e doces sombras
para ao florescer dali avistar…
O sol se esconder, a lua aparecer,
a flor nascer e adormecer…
Ouvir o som das águas de longe,
o bater das asas dos pássaros,
rumores das cigarras e das corujas…
Barulhos em turbilhões
sugando todo o silêncio enferrujado
- sem permitir que morras -
O coração das plantas é resistente!…

Marli Savelli

About these ads

Ações

Informação

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: