Conflito no Cérebro

18 10 2010

 

pps recebido por e-mail…





Potencial de Inteligência

29 09 2010

1º TESTE:

Foi descoberto que o nosso cérebro tem um Bug. Aqui vai um pequeno exercício de cálculo mental . Este cálculo deve se fazer- mentalmente (e rapidamente), sem utilizar calculadora nem papel e caneta! Seja honesto… faça cálculos mentais…

 Tens 1000, acrescenta-lhe 40. Acrescenta mais 1000. Acrescenta mais 30 e novamente 1000. Acrescenta 20.. Acrescenta 1000 e ainda 10. Qual é total?

 

 
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.  

(resposta abaixo)

 

 

O teu resultado foi 5000 ? 

A resposta certa e 4100 !!!!  

A sequencia decimal confunde o nosso cérebro, que salta naturalmente para a mais alta decimal (centenas em vez de dezenas).

 ————————————————————————

2º TESTE:  
 

Somente leia abaixo depois de ter contado os ‘F’.

Rápido e impressionante: conte, quantas letras ‘F’ tem no texto abaixo sem usar o mouse:

FINISHED FILES ARE THE RE-
SULT OF YEARS OF SCIENTIF-
IC STUDY COMBINED WITH
THE EXPERIENCE OF YEARS

Contou?

OK?

Quantos?

 4??? Talvez 5???

 …

Errado, são 6 (seis) – não é piada! Volte para cima e leia mais uma
vez! A explicação está mais abaixo

.

O cérebro não consegue processar a palavra ‘OF’.

————————————————————————

3º TESTE:

Sou Diferente?

Faça o teste.

Alguma vez já se perguntaram se somos mesmo diferentes ou se pensamos a mesma coisa? Façam este exercício de reflexão e encontrem a resposta!

Siga as instruções e responda as perguntas uma de cada vez MENTALMENTE e tão rápido quanto possível mas não siga adiante antes de ter respondido a anterior.

Agora, responda uma de cada vez:

Quanto é:

15+6

….21…

3+56

….59…

89+2

…91…

12+53

……65…

75+26

….101….

25+52

….77…

63+32

….95….

Sim, os cálculos mentais são difíceis mas agora vem o verdadeiro teste.  Seja persistente e siga adiante.

     

123+5

..128….

RáPIDO! Pense numa FERRAMENTA e uma COR!

…….

E siga adiante…

…….

Mais um pouco…

……..

Um pouco mais…

……..
 

Você pensou em um martelo vermelho, não é verdade? Se não, você faz parte de 2% da população que é suficientemente diferente para pensar em outra coisa. 98% da população responde martelo vermelho quando resolve este exercício.

Seja qual for a explicação para isso, mandem para seus amigos para que vejam se são normais ou não!!

 

Recebido por e-mail

Aqui mais EXERCICIOS P’ CEREBRO





PLACA E ERRO

24 08 2009

 

Nesta placa há um erro, veja se você consegue descobrir qual é.

não pare na pista





EXERCÍCIOS PARA O CÉREBRO

20 05 2009

ginastica cerebral

Para exercitar seu cérebro encontre  2 (duas) letras B em meio aos R’ s? 

RRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRR 
RRRRRRRRRRRBRRRRRRRRRRRRRRRRRRRR 
RRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRR 
RRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRR 
RRRRRRRRRRBRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRR 
RRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRR  

Uma vez que encontrares os B  

Encontra o 1  

IIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIII 
IIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIII 
IIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIII 
IIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIII 
IIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIII 
IIIIIIIIIIII1IIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIII
IIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIII 
IIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIII 
IIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIII 
IIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIII 
IIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIII  

Uma vez o 1 encontrado.  

Encontra o 6  

9999999999999999999999999999999999 
9999999999999999999999999999999999 
9999999999999999999999999999999999 
9999999999999999999999999999999999 
9999999999999999999999999999999999 
9999999999999999999999999999999999 
9999699999999999999999999999999999 
9999999999999999999999999999999999 
9999999999999999999999999999999999 
9999999999999999999999999999999999 
9999999999999999999999999999999999 
9999999999999999999999999999999999  

Uma vez o 6 encontrado ……  

Encontra o N 

MMMMMMMMMMMMM 
MMMMMMMMMMMMM 
MMMMMMMMMMMMM 
MMMMMMMNMMMMM 
MMMMMMMMMMMMM 
MMMMMMMMMMMMM 
MMMMMMMMMMMMM 
MMMMMMMMMMMMM 
MMMMMMMMMMMMM 
MMMMMMMMMMMMM  

Uma vez o N encontrado…  

Encontra o Q..  

OOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO 
OOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO 
OOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO 
OOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO 
OOOOOOOOOOQOOOOOOOOOOOOOOOO 
OOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO 
OOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO 
OOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO 
OOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO 
OOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO  

Moleza, não é? Mas tem que começar com exercícios leves mesmo. (rs)Essa foi a ginástica cerebral de hoje.

  Um bom dia para voces, amigos!

Bye…

 





A LÍNGUA DO “P” (pe)

7 10 2008

Pedro Paulo Pereira Pinto, pequeno pintor português, pintava portas, paredes, portais. Porém, pediu para parar porque preferiu pintar panfletos.
Partindo para Piracicaba, pintou prateleiras para poder progredir. Posteriormente, partiu para Pirapora. Pernoitando, prosseguiu para Paranavaí, pois pretendia praticar pinturas para pessoas pobres.

Porém, pouco praticou, pois Padre Pafúncio pediu para pintar panelas, porém posteriormente pintou pratos para poder pagar promessas. Pálido, porém personalizado, preferiu partir para Portugal para pedir permissão para permanecer praticando pinturas, preferindo, portanto, Paris.


Partindo para Paris, passou pelos Pirineus, pois pretendia pintá-los.
Pareciam plácidos, porém, pesaroso, percebeu penhascos pedregosos, preferindo pintá-los parcialmente, pois perigosas pedras pareciam precipitar-se principalmente pelo Pico, pois pastores passavam pelas picadas para pedirem pousada, provocando provavelmente pequenas perfurações, pois, pelo passo percorriam, permanentemente, possantes potrancas.

Pisando Paris, pediu permissão para pintar palácios pomposos, procurando pontos pitorescos, pois, para pintar pobreza, precisaria percorrer pontos perigosos, pestilentos, perniciosos, preferindo Pedro Paulo precatar-se.

Profundas privações passou Pedro Paulo. Pensava poder prosseguir pintando, porém, pretas previsões passavam pelo pensamento, provocando profundos pesares, principalmente por pretender partir prontamente para Portugal. Povo previdente! Pensava Pedro Paulo… Preciso partir para Portugal porque pedem para prestigiar patrícios, pintando principais portos portugueses.

Passando pela principal praça parisiense, partindo para Portugal, pediu para pintar pequenos pássaros pretos. Pintou, prostrou perante políticos, populares, pobres, pedintes.

- Paris! Paris! – proferiu Pedro Paulo – parto, porém penso pintá-la permanentemente, pois pretendo progredir.

Pisando Portugal, Pedro Paulo procurou pelos pais, porém, Papai Procópio partira para Província. Pedindo provisões, partiu prontamente, pois precisava pedir permissão para Papai Procópio para prosseguir praticando pinturas. Profundamente pálido, perfez percurso percorrido pelo pai. Pedindo permissão, penetrou pelo portão principal. Porém, Papai Procópio puxando-o pelo pescoço proferiu:

- Pediste permissão para praticar pintura, porém, praticando, pintas pior. Primo Pinduca pintou perfeitamente prima Petúnia. Porque pintas porcarias? – Papai – proferiu Pedro Paulo – pinto porque permitiste, porém preferindo, poderei procurar profissão própria para poder provar perseverança, pois pretendo permanecer por Portugal.

Pegando Pedro Paulo pelo pulso, penetrou pelo patamar, procurando pelos pertences, partiu prontamente, pois pretendia pôr Pedro Paulo
para praticar profissão perfeita: pedreiro! Passando pela ponte precisaram pescar para poderem prosseguir peregrinando. Primeiro, pegaram peixes pequenos, porém, passando pouco prazo, pegaram pacus, piaparas, pirarucus.

Partindo pela picada próxima, pois pretendiam pernoitar pertinho, para procurar primo Péricles primeiro. Pisando por pedras pontudas, Papai Procópio procurou Péricles, primo próximo, pedreiro profissional perfeito. Poucas palavras proferiram, porém prometeu pagar pequena parcela para Péricles profissionalizar Pedro Paulo.
Primeiramente Pedro Paulo pegava pedras, porém, Péricles pediu-lhe para pintar prédios, pois precisava pagar pintores práticos.

Particularmente Pedro Paulo preferia pintar prédios. Pereceu pintando prédios para Péricles, pois precipitou-se pelas paredes pintadas.

Permitam-me, pois, pedir perdão pela paciência, pois pretendo parar para pensar…
“Pobre Pedro Paulo, pereceu pintando…”





DECIFRE AS PALAVRAS

26 09 2008

decifre

Se você conseguir ler as primeiras palavras, o cérebro decifrará automaticamente as outras. Tente, você consegue!

3M UM D14 D3 V3R40, 3574V4 N4 PR414, 0853RV4ND0 DU45 CR14NC45 8R1NC4ND0 N4 R314. 3L45 7R484LH4V4M MU170 C0N57RU1ND0 UM C4573L0 D3 4R314, C0M  70RR35,  P4554R3L45 3 P4554G3NS 1N73RN45. QU4ND0 3575V4M QU453 4C484ND0, V310 UM4  0ND4 3 D357RU1U 7UD0, R3DU21ND0 0 C4573L0 4 UM M0N73 D3 4R314  3 35PUM4.

4CH31 QU3, D3P015 D3 74N70 35F0RC0 3 CU1D4D0, 45 CR14NC45 C41R14M N0 CH0R0, C0RR3R4M P3L4 PR414, FUG1ND0 D4 4GU4, R1ND0 D3 M405 D4D45 3 C0M3C4R4M 4  C0N57RU1R 0U7R0 C4573L0. C0MPR33ND1 QU3 H4V14 4PR3ND1D0 UM4  GR4ND3  L1C40;  G4574M05 MU170 73MP0 D4 N0554 V1D4 C0N57RU1ND0 4LGUM4 C0154 3 M415 C3D0  0U M415 74RD3, UM4 0ND4 P0D3R4 V1R 3 D357RU1R 7UD0 0 QU3 L3V4M05 74N70 73MP0  P4R4 C0N57RU1R. M45 QU4ND0 1550 4C0N73C3R 50M3N73 4QU3L3 QU3 73M 45 M405  D3  4LGU3M P4R4 53GUR4R, 53R4 C4P42 D3 50RR1R! S0 0 QU3 P3RM4N3C3 3 4  4M124D3,  0 4M0R 3 C4R1NH0. 0 R3570 3 F3170 4R314.

 





TRAVA-LÍNGUA

11 09 2008
 
 

A vida é uma sucessiva sucessão de sucessões que se sucedem sucessivamente, sem suceder o sucesso.

 

O pato Patolino deu patada na pata Patativa!

Há quatro quadros três e três quadros quatro. Sendo que quatro destes quadros são quadrados, um dos quadros quatro e três dos quadros três. Os três quadros que não são quadrados, são dois dos quadros quatro e um dos quadros três.

Eu não ligo para a Liga. Porque a Liga não me liga. Se a Liga me ligasse. Eu ligava para a Liga. Mas como a Liga não me liga. Eu não ligo para a Liga.

Fui à loja do Sr. Bolas comprar bolas. Ora bolas para o Sr. Bolas que não tinha bolas na loja das bolas.

Maria-mole é molenga. Se não é molenga, não é maria-mole. É coisa malenolente, nem mala, nem mola, nem maria, nem mole.

Se vai-e-vem vai e vem, vai-e-vem vai, se vai-e-vem vai e não vem, vai-e-vem não vai…

Atrás da porta torta tem uma porca morta.

O original nunca se desoriginou e nem nunca se desoriginalizará.

Qual é o doce que é mais doce que o doce de batata doce? Respondi que o doce que é mais doce que o doce de batata doce é o doce que é feito com o doce do doce de batata doce.

Sabendo o que sei e sabendo o que sabes e o que não sabes e o que não sabemos, ambos saberemos se somos sábios, sabidos ou simplesmente saberemos se somos sabedores.

O tempo perguntou pro tempo qual é o tempo que o tempo tem. O tempo respondeu pro tempo que não tem tempo pra dizer pro tempo que o tempo do tempo é o tempo que o tempo tem.

Embaixo da pia tem um pinto que pia, quanto mais a pia pinga mais o pinto pia!

A sábia não sabia que o sábio sabia que o sabiá sabia que o sábio não sabia que o sabiá não sabia que a sábia não sabia que o sabiá sabia assobiar.

O desinquivincavacador das caravelarias desinquivincavacaria as cavidades que deveriam ser desinquivincavacadas.

Perlustrando patética petição produzida pela postulante, prevemos possibilidade para pervencê-la porquanto perecem pressupostos primários permissíveis para propugnar pelo presente pleito pois prejulgamos pugna pretárita perfeitíssima.

Não confunda ornitorrinco com otorrinolaringologista, ornitorrinco com ornitologista, ornitologista com otorrinolaringologista, porque ornitorrinco, é ornitorrinco, ornitologista, é ornitologista, e otorrinolaringologista é otorrinolaringologista.

O rato roeu a roupa do Rei de roma a rainha com raiva resolveu remendar.

Três pratos de trigo para três tigres tristes.

Disseram que na minha rua tem paralelepípedo feito de paralelogramos. Seis paralelogramos tem um paralelepípedo. Mil paralelepípedos tem uma paralelepipedovia. Uma paralelepipedovia tem mil paralelogramos. Então uma paralelepipedovia é uma paralelogramolândia?

Num ninho de mafagafos, há seis mafagafinhos, quem desmafagafizar, bom desmafagafizador será.

E era o sapo dentro do saco, e o saco com o sapo dentro, e o sapo fazendo papo, e o papo fazendo vento.

Os aguapés dos aguaçais, nos igapós dos Japurás, nos aguaçais dos igapós, dos Japuras e dos Purus.

Quero que você me diga sete encarrilhado, sem errar, sem tomar fôlego “vaca preta, boi pintado”.

Papim papa a papinha ; papa – a ao pé do Papão . Papinha, papa de pão . Se o Papim não papa a papa, o Papão papa o Papim. E o Papim já papa a papa, pra que não o pape o Papão.

Pedro tem o peito do pé preto, o peito de Pedro é preto, quem disser que o peito do Pedro não é preto, tem o peito mais preto que o peito de Pedro.

 
 

 

 
 

O Tatá tá ? Não, o Tatá não tá, mas o tio do Tatá tá, e quando Tatá não tá, e o tio de Tatá tá, é o mesmo que o Tatá tá. Tá ? Tá.