MILHO DE PIPOCA – Rubem Alves

Milho de pipoca que não passa pelo fogo continua a ser milho para sempre.

Assim acontece com a gente. As grandes transformações acontecem quando passamos pelo fogo. Quem não passa pelo fogo, fica do mesmo jeito a vida inteira. São pessoas de uma mesmice e uma dureza assombrosa. Só que elas não percebem e acham que seu jeito de ser é o melhor jeito de ser. Mas, de repente, vem o fogo.

O fogo é quando a vida nos lança numa situação que nunca imaginamos: a dor.

Pode ser fogo de fora: perder um amor, perder um filho, o pai, a mãe, perder o emprego ou ficar pobre.

Pode ser fogo de dentro: pânico, medo, ansiedade, depressão ou sofrimento, cujas causas ignoramos.

Há sempre o recurso do remédio: apagar o fogo! Sem fogo o sofrimento diminui. Com isso, a possibilidade da grande transformação também. Imagino que a pobre pipoca fechada dentro da panela, lá dentro cada vez mais quente, pensa que sua hora chegou: vai morrer. Dentro de sua casca dura, fechada em si mesma, ela não pode imaginar um destino diferente para si.

Não pode imaginar a transformação que está sendo preparada para ela. A Pipoca não imagina aquilo de que ela é capaz. Aí, sem aviso prévio, pelo poder do fogo a grande transformação acontece: BUM! E ela aparece como uma outra coisa completamente diferente, algo que ela mesma nunca havia sonhado.

Bom, mas ainda temos o piruá, que é o milho de Pipoca que se recusa a estourar. São como aquelas pessoas que, por mais que o fogo esquente, se recusam a mudar. Elas acham que não pode existir coisa mais maravilhosa do que o jeito delas serem. A presunção e o medo são a dura casca do milho que não estoura. No entanto, o destino delas é triste, já que ficarão duras a vida Inteira. Não vão se transformar na flor branca, macia e nutritiva. Não vão dar alegria para ninguém.

Do livro: “O amor que acende a lua”, de Rubem Alves

 

“Quando a gente acha que tem todas as respostas, vem a vida e muda as perguntas…”

 

Anúncios
Esse post foi publicado em Mensagens. Bookmark o link permanente.

17 respostas para MILHO DE PIPOCA – Rubem Alves

  1. ANDREIA disse:

    Emocionante,pura verdade.
    Lendo este texto me renovei, pude refletir e entender que tudo que acontece em nossas vidas, não é por acaso, tudo têm um porque.
    DEUS é maravilhoso,transforma nossas vidas,como um milho se transforma em pipocas.
    QUE DEUS TE ABENÇÕE.
    BEIJOS!!!!!!!!!

    Curtir

  2. Palavras Rabiscadas disse:

    Olá Andreia.
    Obrigada pelo comentário e visita.
    Beijos. Marli

    Ah! O texto da Águia que vc disse não estar encontrando no blog está na categoria Fábulas e Reflexões. Neste endereço:
    https://mscamp.wordpress.com/2008/10/10/aprendendo-a-ser-aguia/

    Curtir

  3. zelia guimaraes nunes disse:

    Adorei o texto e todos os outros seus, estou a procura do seu texto teatral A flor e a pipa para encená-lo na minha escola.Se puder me envie e ficarei eternamente grata.Um abraço afetuoso.

    Curtir

  4. Palavras Rabiscadas disse:

    Bom dia Zélia. Achei o texto – A PIPA E A FLOR, de Rubens Alves, muito interessante e reflexivo No início da fábula a fala é de alguém que relata a história,mas só encontrei este… Publiquei no blog, neste link:

    https://mscamp.wordpress.com/2009/08/04/a-pipa-e-a-flor-_-rubens-alves/

    Obrigada e abraços. Marli.

    Curtir

  5. MARAVILHOSO!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    Curtir

  6. Maria Auxiliadora disse:

    Pois é tenho um amigo meu ex-estagiário que está muito mal porque a namorada terminou com ele, e pensei em mandar pra ele o texto do Millho de Pipoca que quando li epla primeira vez me fez muito bem… Fui atrás e achei. Admiro muito os textos do Rubem Alves mas este acho que uma sabedoria ímpar.

    Curtir

  7. Ruth Lopes disse:

    … o melhor texto que eu já vi em toda a minha vida!

    Curtir

  8. George Junior disse:

    Encontrar este blog foi como encontrar um oásis num deserto. Eu tenho andado tão sedento de palavras boas e profundas que quase me afogo nas águas rasas deste mar de futilidade da mídia brasileira.
    Obrigado por nos conceder este refúgio cultural.

    O texto “Milho de pipoca” é maravilhoso!

    Curtir

  9. Marli Savelli disse:

    Obrigada, George, pelas palavras motivadoras.

    Seja bem-vindo!

    Curtir

  10. Rosilene Lima disse:

    com esse texto pude peceber que na vida Deus tem um inesperado para cada um de nós ,é o possivel DELE que torna a vida mais facil

    Curtir

  11. alessandra rosa disse:

    Fui em uma reunião de escola e a pedagoga me deu esse texto.Ela nem sabia o quanto eu precisava;não que eu seja dura,mais pra entender algumas pessoas a minha volta.A partir daí as coisas se tornaram mais maleáveis.

    Curtir

  12. Letícia Morais disse:

    O melhoooor. ameei!

    Curtir

  13. paula cristina disse:

    eu sou uma pipoca ñ uma pirúa

    Curtir

  14. paula cristina disse:

    q legal………

    Curtir

  15. Roni disse:

    Muito bom texto e reflexão,bacana mesmo mudar e quando tiver pressão estourar o pensamento,e como olhar palavra CRISE,agora imagine sem “s”,vira crie,então e como uma explosão e como estourar igal pipoca.Alem deste comentario quero dizer que Blog e show e Marli tambem.
    Beijos.

    Curtir

  16. Homem de honra disse:

    Pelas bardas do profeta, me emocionei por tamanha tão grandiosa interpretação da fabula de Rubens, que por sinal meu tio, você retratou muito bem o que ele quer vir a passar, que continue aprimorando seus conhecimentos e disperte a vontade de ir além.

    att,

    Rafael Rubens Junior

    Curtir

  17. Petronio Caldas disse:

    Maravilha, maravilha, um escritor …. um escritor! Parabéns1

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s