Lírio Roxo

26 03 2010

LÍRIO ROXO

Amarga bebida da desilusão
inunda agora o meu coração.
Lágrimas descem no rosto,
desliza na face o amargo gosto.
Escorre na boca, tortura.
Lírio roxo, sombria noite escura.
Nas veias corre lentamente o fel,
antes fora um cálice de mel.
Espalho palavras ao léu,
exalo aos ventos,
abrandando os sentimentos,
sonhos e pensamentos.

Não se aproxime, senão serás réu,
deste meu atormentado céu!

Marli Savelli


Ações

Information

One response

10 06 2010
Lírio Roxo « Aquario Literario

[…] Lírio Roxo publicado no Palavras Rabiscadas em 26/03/2010. […]

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: