Passando a Limpo

3 05 2010

PASSANDO A LIMPO 

A história dos rascunhos,
eu já conhecia, talvez…
Escrevo do próprio punho:
o final de ‘era uma vez’!

Marli Savelli

Anúncios

Ações

Information

3 responses

4 05 2010
Ana Marques

Escrever o rascunho da própria história. ‘Era uma vez’ e tudo faz sentido, mais adiante, no ‘fim’ que não chega, que a história não termina… e quando terminar, não seremos nós a descrever o fim.

Adorei o texto. Quatro linhas, muito que foi dito, muito que se pode pensar à respeito.

8 05 2010
Palavras Rabiscadas

Olá Ana,

Primeiro quero pedir desculpa pelo seu comentário não aparecer antes, não sei por qual motivo ele foi tido como spam, só agora o vi e aprovei de imediato.

Você comentou muito bem! O “fim” nem sempre é onde a história termina, mas são muitos capítulos que se encerram no decorrer do enredo para que outros comecem a ser escritos. Enfim, assim damos continuidade a nossa biografia; alguns personagens vão conosco até o final, outros apenas de passagem em algumas páginas; ora rimos, ora choramos; é permitido flashs backs… e a história continua…

Eu que adorei seu comentário.
Grande abraço.

21 06 2010
Passando a Limpo « Aquario Literario

[…] Passando a Limpo publicado no Palavras Rabiscadas em 03/05/2010 […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: