Sol Brasileiro

 

SOL BRASILEIRO 

Caminhando ao sol, um fogo escaldante.
Ferve o chão de brasa coberto.
Árvore ou abrigo – nada – fulminante.
Nem sequer uma sombra… deserto.

 Estou cansada, a terra esbofeteia.
Tenho sede… só faz poeira.
À frente um desfile sem trégua.
Atrás, uma multidão seguindo a légua.

Se parar, me devoram… famintos.
A carne, com as pisadas, esmaga.
Numa digestão agindo pelo instinto…
Alguém  sangrando, queima, apaga.

Marli Savelli

Anúncios
Esse post foi publicado em Meus Rabiscos e marcado . Guardar link permanente.

Uma resposta para Sol Brasileiro

  1. Pingback: Sol Brasileiro « Aquario Literario

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s