Metade

METADE

Deitada no nosso chão,
toco à minha volta,
estendendo a mão a te procurar.
De um lado sinto a fera do instinto
– fúria selvagem –
Do outro, deslizo os dedos no gelo.
– fria razão que espia –

Não sei se fico com o amor,
ou se com o desprezo!…

Marli Savelli

Anúncios
Esse post foi publicado em Meus Rabiscos e marcado . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s