Sonhos, Cidade de Vidro

5 02 2011

SONHOS, CIDADE DE VIDRO

Por detrás das vidraças,
olho para você,
e vejo forças no teu mundo de aço.
Não destruas minhas paredes de vidro!…
Será que eu sobreviveria neste habitat  
sem esta proteção que me cerca?…

Às vezes, também me sufoca,
me abafa, me faz perder os sentidos:
“__ Eu quero quebrar a vidraça!…”
Não ouve os meus gritos?
Na linha imaginária
escorre uma ilusão desenhada em palavras.

Marli Savelli

Anúncios

Ações

Information

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: