Pálido Ponto Azul

2 03 2011

 

VERDE-AZULADO

Dar um tempo não é perder tempo,
mas se perder no tempo
É abrir a janela e mergulhar no jardim
suspenso ao sol
Olhar para os céus e apreciar nas nuvens
desenhos imaginários
Ouvir os passarinhos nas árvores
com seus cantos
Cachorro latindo para o gato que está sonhando,
cochilando no muro…
Borboletas colorindo o espaço
trazendo-me o desejo de me juntar a elas
e voar, voar…
subir, subir, subir…
Viajar para o espaço como astronauta
contemplando tudo lá de cima
O Ponto Verde-Azulado
Sou  cosmopolita
Só não quero ser um peso
nem um pesar
No oculto eu fico a pensar
ser uma pequena estrela no grande universo!…

Marli Savelli

Anúncios

Ações

Information

One response

28 08 2011
Verde-Azulado « Aquário Literario

[…] Vale a pena assistir: O Pálido Ponto Azul, aqui: […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: