BUKOWSKI E A VOCAÇÃO LITERÁRIA

BUKOWSKI E A VOCAÇÃO LITERÁRIA

Se vai tentar, vá até o fim.
Caso contrário, nem comece.
Se vai tentar, vá até o fim.
Pode perder namoradas, esposas, parentes, empregos e talvez até a cabeça.
Vá até o fim.
Pode ficar sem comer por três ou quatro dias.
Pode congelar no banco do parque.
Pode ser preso.
Pode receber escárnio, gozações, isolamento.
Isolamento é um presente, todo o resto é um teste da sua resistência, de quão forte é a sua vontade.
E você fará a despeito da rejeição e dos piores azares e será melhor do que qualquer coisa que possa imaginar.
Se vai tentar, vá até o fim.
Não há outra emoção como essa.
Você estará sozinho com os deuses e as noites queimarão como fogo.
Faça, faça, faça. faça,
até o fim, até o fim.
Você cavalgará a vida diretamente para o riso perfeito.
Essa é a única boa luta que existe.

Charles Bukowski

Tradução: Leda Beck, extraido de Viva Babel

Anúncios
Esse post foi publicado em Literarius e marcado . Guardar link permanente.

2 respostas para BUKOWSKI E A VOCAÇÃO LITERÁRIA

  1. TEJO disse:

    Bukowski foi exemplo vivo disto. Ele e aquele outro grande, Henry Miller- mártires do próprio ofício de escrever.

    Curtir

  2. Obrigada, Tejo, por contribuir com seu comentário.

    Abraço Amigo

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s