AMOR DE OSTRA – Affonso Romano de Sant’Anna

10 06 2011

Nunca soube como as ostras amam.

Sei que elas tem um jeito suave de estremecer
diante da vida e da morte.

Tens um jeito de acomodar teu corpo ao meu
como na concha.

Eu não sabia como as ostras amam
até que duas pérolas brotaram de teus olhos
no mar de cama.

Affonso Romano de Sant’Anna

Anúncios

Ações

Information

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: