O Anel Que Tu Me Deste…

28 07 2011

O ANEL QUE TU ME DESTE…

“Muitas vezes, insistimos na pedra, pensando ser preciosa, e recusamos o ouro”

Marli Savelli

A partir do comentário de Roberto no post A PRÁTICA DE DEIXAR IR. O título foi inspirado na Cantiga de Roda: Ciranda, Cirandinha

“Ciranda, cirandinha, vamos todos cirandar,
Vamos dar a meia-volta, volta e meia vamos dar
O anel que tu me deste era vidro e se quebrou
O amor que tu me tinhas era pouco e se acabou
Por isso, Seu Fulano, faz favor de entrar na roda
Diga um verso bem bonito, diz adeus e vá-se embora.”

A prática de deixar ir já nas cantigas de criança…

O ANEL QUE TU ME DESTE… publicada no Aquário Literário em 24/04/2011

Anúncios

Ações

Information

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: