Branco No Preto

BRANCO NO PRETO

Tantos erros perto,
quando longe eu apago!
O que é ruim leva,
fica o que é bom!
O outro
eu interpreto no silêncio,
jamais a sua fala
Uma leitura fora:
no devagar e manso,
não na fúria e febre.

Marli Savelli

Anúncios
Esse post foi publicado em Poema e Poesia. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s