Depois De Amanhã Eu Volto

DEPOIS DE AMANHÃ EU VOLTO

Suspensa na montanha
em catarata,
vendavais me secam
ao sol,
para que não me arremesse
como uma bomba no
vasto campo minado

É grande o sertão!
Não parta o meu corpo,
o meu ser tão …
Tudo que há em mim volta
para colher o que semeei
na seara
do deserto de saara.

Marli Savelli

Anúncios
Esse post foi publicado em Poema e Poesia. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s