Imagem

“… é que o amor é essencialmente perecível, e na hora em que nasce começa a morrer.Só os começos são bons. Há então um delírio, um entusiasmo, um bocadinho do céu. Mas depois… Seria, pois, necessário estar sempre a começar, para poder sempre sentir?”

Eça de Queiroz

Anúncios
Nota | Esse post foi publicado em Textos e Trechos e marcado . Guardar link permanente.

Uma resposta para

  1. Pois creio que é como sugeriu Eça de Queiroz… é necessário estar sempre começando, ser sempre noviço nessa coisa de amar. Triste de quem amadurece e amarela demais.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s