Quatorze Anos

tumblr_24

QUATORZE ANOS

Quatorze anos. Se não cresceu, não aprendeu, depois de tantos tombos, te dou de ombros… e vou pra casa. (…)

Hoje, quando eu estiver feliz e satisfeita comigo mesma e todas as coisas que sempre busquei, quem sabe, eu queira outro alguém, afinal, eu já tive quem sempre me acordava do sonho antes de chegar nele e agora não pretendo correr o risco de ter alguém travando o meu riso, me atravancando, atrasando (…) Se não sei tudo que quero, sei ao menos o que não quero. Quando eu tiver algo para oferecer estarei pronta para receber (…) e que eu não te tenha como minha muleta, nem meu amuleto [#idem pra você] – embora eu saiba que me trará sorte, te dará! No amor e na vida =)

Marli Savelli

Anúncios
Esse post foi publicado em Contos, Prosas e Outros Tantos. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s