Ao Rei Do Reino

tumblr_m2AO REI DO REINO

Eu não culpa os outros nem as circunstâncias pelos infortúnios da vida, mas, lamento a minha própria miséria – não por falta de pão, mas o “Ai de mim, Senhor, que ainda não fui capaz de aprender. Ai de mim que busco e não alcanço a fortuna do saber! “ […] Quem sabe, ela esteja com o mendigo que canta e ri e chora [sento do seu lado e o observo!] Talvez, o gari a varre, cuidadosamente, pelas ruas e praças e parques. Pode ser que esteja com o pedreiro que constrói, tijolo por tijolo, o castelo e tronos [na obra final, eu digo: ‘que arte!’]. Ou no padeiro que faz sonhos… “- Ai, quão feliz e miserável eu sou, meu Senhor!

Marli Savelli

Anúncios
Esse post foi publicado em Contos, Prosas e Outros Tantos. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s