Durmo Em Paz

essentiellesDURMO EM PAZ

Naquele momento, eu esmurrava as palavras no teclado com a mesma intensidade com que elas explodiam dentro de mim. E ainda falava em voz alta para ter certeza que eliminava todo aquele sentimento ruim pela boca. Era um alívio pra mim […] Concomitantemente, sentia a necessidade de me justificar com o meu filho, sentado do meu lado, do quanto eu precisava escrever, senão morreria. Mais tarde sentia arrependimento, mas isso não mudava as coisas […]  E agora escrevo para dormir em paz! Isso também faz parte do enredo.

Marli Savelli

Anúncios
Esse post foi publicado em Contos, Prosas e Outros Tantos. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s