Leitura e Aprendizagem

 

         

        A leitura é uma atividade que a escola precisa priorizar, não deve ser vista como inacessível, é necessário oferecer diversos tipos de materiais de leituras, como revistas, fotonovelas, histórias em quadrinhos, dentre outros, para que os alunos tenham a leitura como algo prazeroso e não por imposição, só assim eles terão gosto pela leitura e se tornarão grandes leitores. “(…) disponibilidade de livros, representa um papel decisivo no despertar do interesse pela leitura”. (BAMBERGER 2000, p.50)

A função do educador é orientar o aluno para que este vá à biblioteca e escolha o obra que lhe convier no momento, deixando-o crescer sozinho. A leitura individual possibilitará com que ele desenvolva a capacidade de refletir, aprimorar a linguagem e o desenvolvimento da identidade como ser único, ou seja, “a leitura é um dos meios mais eficazes de desenvolvimento sistemático da linguagem e da personalidade” (BAMBERGER, 2000, p.10)

O domínio da leitura leva as pessoas ao mundo do conhecimento, da cultura, da magia, da diversão, de modo que os leitores serão capazes de criar , imaginar, sonhar e viajar a lugares nunca antes imaginado, podendo se colocar no lugar das personagens, identificando-se ou não com eles,  além de desenvolver a inteligência, adquirir conhecimentos e ampliar sua visão de mundo dentro de um contexto social, enriquecendo assim,  sua vida. Como afirma Bencini (2006, p.31): “ (…) É nos escritos que desvendamos outras culturas, que hábitos e histórias diferentes se revelam para nós, que compreendemos de fato, o sentido da expressão diversidade (de idéias, vivências, sonhos, experiências)”.

Não se pode esperar somente da escola a atividade de leitura, fora da escola – caberá aos familiares o dever de criar nas crianças o gosto pela leitura desde a infância, para que dessa forma, a escola possa dar continuidade a este trabalho. Mostrar a criança o quanto se aprende por meio da leitura, às vezes, lendo alto, discutindo o assunto com o(a) parceiro(a) ao mesmo tempo que se lê, falando com a criança o conteúdo dos jornais  e livros, enfim, partilhando a vida escrita.  A criança que assiste à família ler constantemente, buscará repetir esse gesto sem que seja necessário impor condições. Um bom exemplo para fortalecer essa afirmação é o de Paulo Freire, que, com pouquíssimos recursos de que dispunha em sua infância, mas com o importante auxílio de seus pais, aprendeu antes de ir para a escola, a ler, e se tornou um ferrenho defensor da leitura e da formação de leitores.

 

Fui alfabetizado no chão do quintal de minha casa, à sombra das mangueiras, com palavras do meu mundo e não do mundo maior, dos meus pais. O chão foi o meu quadro-negro; gravetos, o meu giz” (FREIRE, 2001, p.15) 

 

Levando em consideração que a escola não tem encontrado caminhos eficientes para promover encontro de seus alunos com uma leitura prazerosa, SOLÉ (1998, 89-161) sugere estratégias de leitura que devem ser exploradas pelo professor ao longo de toda atividade, que se dá em três momentos – pré-leitura, durante a leitura e pós-leitura. Solé explica que “esta distinção não deixa de ser um tanto artificial, pois muitas das estratégias são passíveis de trocas e outras estarão presentes antes, durante e depois da leitura” (1998,p.89).

É preciso estimular os alunos para que despertem e desenvolvam o interesse e o gosto pela leitura, assim, estarão aprofundando o conhecimento sobre si e o mundo que os rodeiam, tornando-os aptos para criticar, opinar sobre inúmeras idéias e situações nas quais  a leitura se faz necessária.

 

 

 Boa leitura!

 

Marli Savelli de Campos

Anúncios

6 respostas para Leitura e Aprendizagem

  1. andreia chadi disse:

    MARLI
    PARABÉNS PELO BLOG, O POUCO DE CONTATO QUE EU TIVE , DEU PARA VER QUE ELE É RIQUÍSSIMO DE INFORMAÇÕES.
    QUERO PEDIR-TE AUTORIZAÇÃO PARA USUFRUIR DESTE MATERIAL, QUE SERÁ DE MUITA VALIA PARA O MEU APRENDIZADO. DESDE JÁ AGRADECIDA
    PARABÉNS
    ANDREIA

    Curtir

  2. maria rosineide de lima nunes disse:

    parabens pelo blog,pois serviu como fonte de aprendizagem para o meu tcc.

    Curtir

  3. .parabens pelo blog pois serviu como fonte de pesquisa para o meu tcc trabalho conclusao de curso.

    Curtir

  4. o amor e como o vento;nao podemos ver mas podemos sentir.rosineide e fernando.

    Curtir

  5. tejo disse:

    Parabéns pelo texto, Marli. Uma verdadeira -e sempre imprescindível- “apologia da leitura” 😉

    Curtir

  6. cristiano (Nô) disse:

    Parabéns! Texto de linguagem simples, porém explicativo.

    Cristiano Rodriguês

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s