Arquivo da tag: Cecilia Meireles

“Em toda a vida, nunca me esforcei por ganhar nem me espantei por perder. A noção ou o sentimento da transitoriedade de tudo é o fundamento mesmo da minha personalidade.” Anúncios

Avalie isto:

Publicado em Pensamentos | Marcado com | 1 Comentário

“… E tudo que era efêmero se desfez. E ficaste só tu, que é eterno!” – Cecília Meireles

Avalie isto:

Nota | Publicado em por | Marcado com | Deixe um comentário

NEM TUDO É FÁCIL – Cecilia Meireles

É difícil fazer alguém feliz, assim como é fácil fazer triste. É difícil dizer eu te amo, assim como é fácil não dizer nada. É difícil ser fiel, assim como é fácil se aventurar. É difícil valorizar um amor, assim … Continuar lendo

Avalie isto:

Publicado em Poemas e Poesias | Marcado com | 4 Comentários

COM AGULHAS DE PRATA – Cecília Meireles

Com agulhas de prata de brilho tão fino bordai as sedas do vosso destino. Bordai as tristezas de todos os dias e repentinamente as alegrias. Que fiquem as sedas muito primorosas mesmo com lágrimas presas nas rosas. Com agulhas de … Continuar lendo

Avalie isto:

Publicado em Poemas e Poesias | Marcado com | Deixe um comentário

ÍSIS – Cecília Meireles

E diz-me a desconhecida: “Mais depressa! Mais depressa! Que eu vou te levar a vida!… Finaliza! Recomeça! Transpõe glórias e pecados!…” Eu não sei que voz seja essa Nos meus ouvidos magoados: Mas guardo a angústia e a certeza De … Continuar lendo

Avalie isto:

Publicado em Poemas e Poesias | Marcado com | Deixe um comentário

CHOVEM DUAS CHUVAS – Cecília Meireles

Chovem duas chuvas: de água e de jasmins por estes jardins de flores e de nuvens. Sobem dois perfumes por estes jardins: de terra e jasmins, de flores e chuvas. E os jasmins são chuvas e as chuvas, jasmins, por … Continuar lendo

Avalie isto:

Publicado em Poemas e Poesias | Marcado com | 3 Comentários

TIMIDEZ – Cecília Meireles

Basta-me um pequeno gesto, feito de longe e de leve, para que venhas comigo e eu para sempre te leve… – mas só esse eu não farei. Uma palavra caída das montanhas dos instantes desmancha todos os mares e une … Continuar lendo

Avalie isto:

Publicado em Poemas e Poesias | Marcado com | Deixe um comentário

ETERNIDADE INÚTIL – Cecília Meireles

Até morrer estarei enamorada de coisas impossíveis: tudo que invento, apenas, e dura menos que eu, que chega e passa. Não chorarei minha triste brevidade: unicamente alheia, a esperança plantada em tristes dunas, em vento, em nuvem, n’água. A pronta … Continuar lendo

Avalie isto:

Publicado em Poemas e Poesias | Marcado com | Deixe um comentário

É PRECISO NÃO ESQUECER NADA – Cecília Meireles

É preciso não esquecer nada: nem a torneira aberta nem o fogo aceso, nem o sorriso para os infelizes nem a oração de cada instante. É preciso não esquecer de ver a nova borboleta nem o céu de sempre. O … Continuar lendo

Avalie isto:

Publicado em Poemas e Poesias | Marcado com | 5 Comentários

MEU SONHO – Cecilia Meirelles

Parei as águas do meu sonho para teu rosto se mirar. Mas só a sombra dos meus olhos ficou por cima, a procurar… Os pássaros da madrugada não têm coragem de cantar, vendo o meu sonho interminável e a esperança … Continuar lendo

Avalie isto:

Publicado em Poemas e Poesias | Marcado com | Deixe um comentário