Arquivo da tag: Marli Savelli

Está Bom de Sal?

ESTÁ BOM DE SAL? Sempre preferi salgado a doce Pode ser até um prato de canja – quente ou frio – desde que bem temperado Quando eu estou doce, opto pelo salgado. Quando salgada pelo doce. Uma forma de equilibrar o … Continuar lendo

Avalie isto:

| Marcado com , | 1 Comentário

Arroz-com-Feijão e Letras

ARROZ-COM-FEIJÃO E LETRAS O arroz queimou, o feijão não atingiu o ponto. Desculpe-me, foi mera distração!… Pensa que é fácil cuidar do jantar, da casa, e ainda costurar coração?… Marli Savelli Publicado no Aquário Literário em 30/05/2011

Avalie isto:

| Marcado com , | 1 Comentário

Meu Mundo Madrepérola

MEU MUNDO MADREPÉROLA Parece até que eu não frequentei aulas de Geografia, Sinto-me tão desorientada com esta divisão – Américas, Europa, Ásia, África – Vai além das fronteiras do meu entendimento E não entender me faz crer que somos um … Continuar lendo

Avalie isto:

| Marcado com , | 1 Comentário

Certamente

CERTAMENTE Clarice me entenderia Até parece que ela sou eu, eu sou ela! Talvez, apenas eu… Uma sonhadora debaixo do edredom Longe de holofotes e flashes Buscando nas linhas paradoxais o equilíbrio Certamente, posso levar a vida inteira para ter … Continuar lendo

Avalie isto:

| Marcado com , | 1 Comentário

Mais Nada

MAIS NADA Não quero mais pensar em flor Nem pensar em borboletas… Não quero mais  contar estrelas Nem contar nada para a lua… Tuas delicadas presenças me bastam Seguirei muda e sozinha… Não se sintam desprezadas por quem muito lhes cantou hospitalidade Sob os olhos radiantes, dar-lhe-eis beijos … Continuar lendo

Avalie isto:

| Marcado com , | Deixe um comentário

A Menina e o Lápis

A MENINA E O LÁPIS  O primeiro contato foi com o lápis, no estojo escolar Queria logo usar a lapiseira Mas de olho no estojo de maquiagem sobre a penteadeira Lápis de olhos, as pupilas, um pontinho no papel… Nas … Continuar lendo

Avalie isto:

| Marcado com , | 1 Comentário

Retrato no Livro

RETRATO NO LIVRO Leio os teus poemas como folheando um álbum de fotografia Ângulo perfeito nos encantos dos versos, nas cartas e outros tantos… Ao alcance dos nossos olhos o que os teus puderam contemplar… Romance, genealogia do clã, ideologia, ou filosofia … Continuar lendo

Avalie isto:

| Marcado com , | 1 Comentário

O Anel Que Tu Me Deste…

O ANEL QUE TU ME DESTE… “Muitas vezes, insistimos na pedra, pensando ser preciosa, e recusamos o ouro” Marli Savelli A partir do comentário de Roberto no post A PRÁTICA DE DEIXAR IR. O título foi inspirado na Cantiga de Roda: Ciranda, Cirandinha “Ciranda, … Continuar lendo

Avalie isto:

| Marcado com , | Deixe um comentário

Porque O Poema Não Morreu

PORQUE O POEMA NÃO MORREU A poesia atravessa séculos… Livres aos sóis e luas pelas florestas dos signos… Tigres tristes, circo aberto, amores encarnados… “__ O meu umbigo em você, amigo!” Passados trinta ou cem anos, enjaular é matar o … Continuar lendo

Avalie isto:

| Marcado com , | Deixe um comentário

Quando o Galo Canta

QUANDO O GALO CANTA O galo cantou essa noite, você escutou!?… É preciso coragem para ouvi-lo por três vezes! Não se preocupe porque… Deus sempre manda um anjo Deus sempre manda um anjo Deus sempre manda um anjo O dia amanheceu … Continuar lendo

Avalie isto:

| Marcado com , | Deixe um comentário

Enfim, [ver]sós!

ENFIM,  [VER]SÓS! Sou amante das Letras – é vício da língua – Querer te descobrir na cama Marli Savelli ENFIM,  [VER]SÓS! publicado no Aquário Literário em 17/04/2011

Avalie isto:

| Marcado com , | Deixe um comentário

Asa Ferida

ASA FERIDA Dá três passinhos e voa o espaço de um, mais três passinhos… Não sei em que momento se feriu, a avezinha. O processo é de reabilitação – de dentro para fora – Até parece que saiu agora do … Continuar lendo

Avalie isto:

| Marcado com , | Deixe um comentário

Sete Vidas

SETE VIDAS Não, não se preocupe! O poeta morto está vivo Não sei quantas de suas vidas já usou… É que a subida é cansativa, se deitou. Marli Savelli SETE VIDAS publicado no Aquário Literário em 06/04/2011

Avalie isto:

| Marcado com , | Deixe um comentário

Sem Saída

XEQUE-MATE Já não dá pra fugir nem se defender Sem mais o que fazer… Sob ataque, recebo um xeque –mate! Marli Savelli SEM SAÍDA publicado no Aquário Literário em 04/04/2011

Avalie isto:

| Marcado com , | 1 Comentário

Entre o Céu e o Mar

ENTRE O CÉU E O MAR Quando me sinto afogando tiro a cabeça para fora – escrevo – para respirar (Como quem soubesse nadar) O meu ser me leva para uma ilha deserta – S.O.S – Um vulcão vivo A … Continuar lendo

Avalie isto:

| Marcado com , | Deixe um comentário

Rabisco à Giz

RABISCO À GIZ Somos retratos falados Nas linhas paradoxais esboçados, em traços abstratos Descritos por uma suposta aparência – inexata – Visão embaçada da essência Com giz ou à carvão, desenho no muro ou no chão o sorriso sem graça … Continuar lendo

Avalie isto:

| Marcado com , | Deixe um comentário

Absinto

ABSINTO Bebi um gole de ressentimento – erva amarga – Aguardava que o veneno fizesse efeito em ti. Mas, quem morria era eu!… Ingeri a pílula do perdão Só então sobrevivi. Marli Savelli   “Guardar ressentimentos é como tomar veneno e esperar … Continuar lendo

Avalie isto:

| Marcado com , | Deixe um comentário

Gladiador

GLADIADOR No meio de feras famintas – o gladiador – Eu sou da paz, eles preferem guerra O combate é pela sorte __ Desperta, ó minha alma, tente se esquivar da morte!… É preciso lutar, reúna as tuas forças e … Continuar lendo

Avalie isto:

| Marcado com , | Deixe um comentário

Libélula

LIBÉLULA Em estado de metamorfose adormeço em silenciosa melancolia Meus pensamentos negam o que os meus olhos acreditam ver – puro imaginário – Ainda anestesiada, rompe-se o casulo, e do que me resta faço-me inteira! Marli Savelli

Avalie isto:

| Marcado com , | Deixe um comentário

Fome de Loba

FOME DE LOBA Olhos famintos – quase uma mendiga – De braço estendido e mãos cheias!… Aguardando o quê, me diga? Se também sente fome, senta aqui do meu lado. Marli Savelli

Avalie isto:

| Marcado com , | Deixe um comentário

FELIZ NOSTALGIA

(7/5/1861-7/8/1941- Calcutá – Índia)   Conheça a Casa Poética de Tagore : “Lá, onde, para dormir, se estendem as nuvens do espaço infinito construí minha casa, ó Poesia, para te receber.” (Tagore) FELIZ NOSTALGIA   A noite chega, festa esplêndida O Sol … Continuar lendo

Avalie isto:

| Marcado com , , , | Deixe um comentário

Sumário

SUMÁRIO Escrevestes cartas para quem não sabia ler – retrato invisível – Eu te vejo até de olhos fechados Marli Savelli Dedico para Seu Mário Quintana, poeta que admiro pelo belo trabalho desenvolvido no seu caminho poético.   O não reconhecimento … Continuar lendo

Avalie isto:

| Marcado com , , | Deixe um comentário

Bela Vista

BELA VISTA Vejo só a silhueta do sonho, despedida no outono… Para o milagre da semente, arado na ilusão, plantei raízes de polpudos frutos e doces sombras para ao florescer dali avistar… O sol se esconder, a lua aparecer, a flor nascer … Continuar lendo

Avalie isto:

| Marcado com , | Deixe um comentário

Pálido Ponto Azul

  VERDE-AZULADO Dar um tempo não é perder tempo, mas se perder no tempo É abrir a janela e mergulhar no jardim suspenso ao sol Olhar para os céus e apreciar nas nuvens desenhos imaginários Ouvir os passarinhos nas árvores … Continuar lendo

Avalie isto:

| Marcado com , | 1 Comentário

Limão Rosa Verde

  LIMÃO ROSA VERDE  __ Quem é o bicho-papão? [uma troca de papéis como na Revolução dos Bichos] “Deus, entre em ação, é a sua criação!…” No cardápio, têm outras opções, não escolha bicho,  não: acelga, couve, alface, tomate, rúcula, cenoura, … Continuar lendo

Avalie isto:

| Marcado com , | 2 Comentários

Torre de Babel

TORRE DE BABEL Deixa-me entrar, amor Libera o seu código de acesso que eu te entrego a minha senha Conectados pela alma na rede que nos liga ao universo!… Somos descendentes de Babel, da mesma galáxia. Saem da minha boca palavras desconexas … Continuar lendo

Avalie isto:

| Marcado com , | 1 Comentário

Céu Ruivo

CÉU RUIVO  Seis e quarenta da manhã – céu ruivo – Fotografei com o olhar o sol liquefeito. [ Todo dia é assim … pé na estrada, tempo quente ou frio ] Nos flashes desses instantes vou montando o meu … Continuar lendo

Avalie isto:

| Marcado com , | Deixe um comentário

Amor, Rosa Azul

AMOR, ROSA AZUL Não sou romancista, mas, surrealista… Distraída, tropeço nas estrelas e os versos de amor se esparramam pelas nuvens O vento levou, e vai cantar para você!… No amanhecer que te desperta, a luz do sol te procura. … Continuar lendo

Avalie isto:

| Marcado com , | Deixe um comentário

Sonhos, Cidade de Vidro

SONHOS, CIDADE DE VIDRO Por detrás das vidraças, olho para você, e vejo forças no teu mundo de aço. Não destruas minhas paredes de vidro!… Será que eu sobreviveria neste habitat   sem esta proteção que me cerca?… Às vezes, também me … Continuar lendo

Avalie isto:

| Marcado com , | Deixe um comentário

A Águia e o Passarinho

A ÁGUIA E O PASSARINHO A águia com seus olhos de longe alcance avistou o passarinho e o chamou com um canto. Ele seguiu o som até encontrá-la enclausurada numa ampla gaiola dourada de quatro paredes. Uma luxuosa morada, com … Continuar lendo

Avalie isto:

| Marcado com , | 1 Comentário

Pérolas aos Porcos

PÉROLAS AOS PORCOS Deturpadores Fazem das pérolas, milhos – Apressados – Sujam a água potável!… [lama] A comida vira lavagem Que desperdício! __ Eu sou humana, [da laia] é  frustrante, sim,  Dalai  Lama!… Marli Savelli

Avalie isto:

| Marcado com , | Deixe um comentário

Enxaqueca

  ENXAQUECA Tomo dipirona no café O doutor  quem me receitou Para a enxaqueca que não me deixa!… [[ Ai, a cabeça gritando. Não a nada que a faça calar a boca. ]] “__ Para tristeza, um bom remédio é coração alegre, diga … Continuar lendo

Avalie isto:

| Marcado com , | Deixe um comentário

Reais Valores

REAIS VALORES João tem tudo que José queria ter. José é tudo que João não consegue ser.   Marli Savelli

Avalie isto:

| Marcado com , | Deixe um comentário

Das Utopias

DAS UTOPIAS A utopia dá férias para filosofia. É despojada, veste jeans e camiseta. “__ Nada de social, vamos pra outro planeta!…” Em cada viagem, faz retratos de novas imagens:- Tatua o sol, beija o céu, abraça o vento […] … Continuar lendo

Avalie isto:

| Marcado com , | 1 Comentário

Infeliz e Não Sabia

INFELIZ E NÃO SABIA Eu tive um sonho Minha alma dizia, entre soluços, estar muito infeliz: “__ Só não desisto porque sei que seria uma só vez!” Presenciei uma tristeza que nunca tinha visto antes… Desabafou!…Desabou a chorar… “__ A … Continuar lendo

Avalie isto:

| Marcado com , | Deixe um comentário

Pingando

 PINGANDO Nenhuma lágrima desponta Se no peito estiver congelada d e r r e t e n d o ! . . . Marli Savelli

Avalie isto:

| Marcado com , | Deixe um comentário

Ano Novo

ANO NOVO A felicidade está gargalhando ( Psiuu… baixinho!…) Muitos ainda dormem depois da festa – Hoje é Ano Novo – Disseram adeus, agora deixe que sonhem.   Marli Savelli   Desejo a todos os leitores um Feliz 2011. Faço … Continuar lendo

Avalie isto:

| Marcado com , | 1 Comentário

Amor à Prova de Bala

AMOR À PROVA DE BALA O enigma não desvendo    Difícil entender quando um termina e o outro começa. __ O vilão é mocinho! Não, o mocinho que é um vilão!?… Qual será o verdadeiro? Se o vilão pode ser o … Continuar lendo

Avalie isto:

| Marcado com , | Deixe um comentário

À Beira Rio

À BEIRA RIO Anzol preso na lua    -peixe fora d’água- O rio pesca!… Marli Savelli

Avalie isto:

| Marcado com , | Deixe um comentário

Sete Anos

SETE ANOS  Teu rosto    refletia  imagem idealizada – o espelho quebrou –    Sorte!… Marli Savelli

Avalie isto:

| Marcado com , | Deixe um comentário

Dragão

DRAGÃO Algum remédio para acidez? Perdoa-me! Servirei-te um beijo com doses de veneno  -não tóxico- As entranhas me ardem Ai, meus ais!…   Marli Savelli

Avalie isto:

| Marcado com , | Deixe um comentário

Um Chazinho Entre Malucos

  UM CHAZINHO ENTRE MALUCOS  __ Que relógio engraçado, disse Alice,   diz o dia do mês e não diz a hora! O chapeleiro respondeu: __ Toda hora é hora do chá! Pressenti a presença do Tempo,   mas não vi o … Continuar lendo

Avalie isto:

| Marcado com , | Deixe um comentário

Castelo Encantado

CASTELO ENCANTADO Enquanto destrói as paredes – do amor – outro utiliza os tijolos e constrói… Há sempre um castelo erguido para abrigar o Rei ou a Rainha Marli Savelli

Avalie isto:

| Marcado com , | Deixe um comentário

Cartas de Amor

  CARTAS DE AMOR Se escreves cartas de amor   e não as entrega, É o mesmo que guardar dinheiro debaixo do colchão!… Os planos mudam, e a sua moeda poderá desvalorizar. No amor, quem poupa, perde!   Marli Savelli

Avalie isto:

| Marcado com , | Deixe um comentário

Anjo da Noite

  ANJO DA NOITE Você trouxe para minha noite, o sol Abri a janela, entraste como um farol. Raios nos lençóis, meu cobertor, da minha alma tirou o tremor. Sinto-me agasalhada pelo teu calor. Teu rosto flamante em néon, clareou … Continuar lendo

Avalie isto:

| Marcado com , | Deixe um comentário

As Folhas Ardem

AS FOLHAS ARDEM O amor ateia a chama   que se abate no medo. Tudo cinza, em cinzas. Do crepitar da labareda ao gelo que estremece. Restaram faíscas. Marli Savelli   Publicado no Aquário Literário em 25/07/10

Avalie isto:

| Marcado com , | Deixe um comentário

A Modernidade de Máscara

A MODERNIDADE DE MÁSCARA  Internet, Terra Virtual de ninguém. Não há lei! Personagens diversos, do bem e do mal, penetram,  desaparecem… Fakes, (identidades falsas) Um rosto para si, no espelho, outro para a multidão.  Qual a verdadeira face? Festa a … Continuar lendo

Avalie isto:

| Marcado com , | Deixe um comentário

Vômito da Alma

VÔMITO DA ALMA Luz apagada. Os olhos se abrem a iluminar. Na cabeça, restos de ontem e hoje. Sinto como se eu não tivesse colocado o lixo para fora. (Talvez o amanhã se adiantou em desmoronar) Desorientadas, como quem procura … Continuar lendo

Avalie isto:

| Marcado com , | Deixe um comentário

22 de Janeiro

  22 De JANEIRO  Minhas águas chegaram em janeiro. Fui lançada no rio à deriva!… __ Fugitiva de onde eu vim à vida? Algo, alguém me espera do outro lado. Não sei o quê, nem quem!? Está além das curvas escondidas… … Continuar lendo

Avalie isto:

| Marcado com , | Deixe um comentário

O Fim

O FIM A mesma mão que levanta, é a que derruba. Leva à fama e joga na lama. Faz e desfaz. Acaricia e mata. Marli Savelli     Publicado no Aquário Literário em 11/07/10

Avalie isto:

| Marcado com , | Deixe um comentário

Banho Energizante

BANHO ENERGIZANTE O sol derrete Pinga versos Bebo gota a gota Marli Savelli   Publicado no Aquário Literário em 19/07/10

Avalie isto:

| Marcado com , | Deixe um comentário

Corpo e Alma (Réplica)

CORPO E ALMA (Réplica) Trovador bem atrevido Não faz sequer cerimônia Esqueceu que tem marido A musa chamada Antônia Marli Savelli   Réplica ao Diálogo Poético Fictício do poeta Antonio Maria Santiago Cabral

Avalie isto:

| Marcado com , | Deixe um comentário

Pensamento

“Não guarde sua vida para uma ocasião especial, vista o presente… Viva!” Marli Savelli

Avalie isto:

| Marcado com , | Deixe um comentário

Pensamento

“Vou  devagar mas em passos largos!” Marli Savelli

Avalie isto:

| Marcado com , | Deixe um comentário

Del

DEL Coração formatado (…pesquisando… pesquisando…) – sentimento não encontrado – Marli Savelli

Avalie isto:

| Marcado com , | 1 Comentário

Mais Joio Que Trigo

MAIS TRIGO QUE JOIO Se der espaço aos seus demônios, seus anjos perderão muita terra. Marli Savelli

Avalie isto:

| Marcado com , | Deixe um comentário

Metade

METADE Deitada no nosso chão, toco à minha volta, estendendo a mão a te procurar. De um lado sinto a fera do instinto – fúria selvagem – Do outro, deslizo os dedos no gelo. – fria razão que espia – Não sei se … Continuar lendo

Avalie isto:

| Marcado com , | Deixe um comentário

O Ninho e a Tempestade

O NINHO E A TEMPESTADE Se prevejo tempestade, corro até meu Porto Abrigo – um guardião – Ali, às vezes, as portas rangem. Há goteiras no telhado. [breves chuvas] Paredes reforçadas, bem alicerçadas, resistem aos ventos. [Um raio!… explode o  … Continuar lendo

Avalie isto:

| Marcado com , | Deixe um comentário

Paraíso Tropical

PARAÍSO TROPICAL Amor platônico é fruto da imaginação, – perfume de maçã – Cor púrpura de pecado original. Ameixa, Ame ou deixa. Amora, A fruta do Amor. Polpas vermelhas ou roxas, chegam ao coração. _ Não toque nas convidativas e … Continuar lendo

Avalie isto:

| Marcado com , | Deixe um comentário

Relâmpago

RELÂMPAGO   Outro raio não cai, Onde já caiu um. Mas o hai_cai !   Marli Savelli   Interação feita com o haikai de Alekizalex, do Recanto das Letras   Um raio que cai Vejo e escrevo o Haikai dos … Continuar lendo

Avalie isto:

| Marcado com , | Deixe um comentário

Quem Me Matou?

QUEM ME MATOU? Cortaram as minhas forças como as de Sansão, e fizeram de mim escárnio, como se eu fosse adversário. Fechei os olhos e dormi no sono profundo! – Navalha de Dalila – Estou diante das letras como quem … Continuar lendo

Avalie isto:

| Marcado com , | Deixe um comentário

Velha Canção

VELHA CANÇÃO O dia amanheceu lírio laranja, raiou um bem-querer, iluminando a canção de sol “Parabéns à você!…” Hoje é o seu dia, vamos festejar “nesta data querida!…” Um cheiro de hortelã do campo veio anunciar “…muitas felicidades, muitos anos … Continuar lendo

Avalie isto:

| Marcado com , | Deixe um comentário

Quadras

QUADRAS  O passado veio me visitar Invadiu o presente, segurou minha mão e me levou a fazer poesias a passeios. Fomos até a Cruz e Souza, no lugar onde morei quando nasci. Casa de madeira azul… avistava dali a estrela D’Alva. … Continuar lendo

Avalie isto:

| Marcado com , | Deixe um comentário

(Re)Flexões

  (Re)FLEXÕES Professor em forma:                in                              forma. Marli Savelli   Um singelíssimo poetrix estimulado pela Cacau Poesias num convite para participar da Ciranda “Dia do Professor” no Recanto das Letras.

Avalie isto:

| Marcado com , | Deixe um comentário

Sanduíche

SANDUÍCHE Com boca mais macia que maionese Devorou o amigo Como quem come Hot Dog Marli Savelli

Avalie isto:

| Marcado com , | 4 Comentários

Sonho Verde

SONHO VERDE Um sonho brotou, enraizou, entroncou, se tornou árvore frutífera. Suportou vendavais, chuvas, raios e trovoadas. Passou por primaveras e invernos. Agora, a alegria fugiu do pomar. Os frutos secaram, As flores murcharam, As folhas caíram. O machado está … Continuar lendo

Avalie isto:

| Marcado com , | 2 Comentários

Retalho

RETALHO Os pensamentos são tantos, faz pesar a cabeça mais que o corpo. Não sei se vou conseguir levantar da cama. Estou cansada de escrever, de ler. Cansada de escrever e você não ler. Estou cansada de falar, de calar. … Continuar lendo

Avalie isto:

| Marcado com , | Deixe um comentário

Escure’ceu

ESCURE’CEU Céu azul em quebra-cabeça. Vi a moldura e fui montando, peça por peça, as cores que iam surgindo… Ao final, num piscar, percebi o trocadilho nos encaixes -a imagem distorcida- Sobre a cabeça desmontou estrela cade                   n                     … Continuar lendo

Avalie isto:

| Marcado com , | Deixe um comentário

Sinal da Cruz

SINAL DA CRUZ Quem és tú que me insulta às ocultas, desconhecido de alma insensata! Se não me mataram na madre, minha história será escrita até o fim! Não tremo diante de ti Temo, sim, A q u e l … Continuar lendo

Avalie isto:

| Marcado com , | Deixe um comentário

Fio da Meada

FIO DA MEADA Encontro dos fios Conexão entre as palavras e a realidade Reticências (…) Curto-circuito Descarga de energia elétrica As letras se desligam  Apagão Perdi o fio da meada Ponto final. Marli Savelli

Avalie isto:

| Marcado com , | Deixe um comentário